@vestibular_paFacebookFeedContato

Veja outras notícias em // UFPA, UFPA 2014

UFPA divulga listão 2014

Nesta sexta-feira, 17 de janeiro, durante a divulgação do último listão de aprovados para ingresso na Universidade Federal do Pará (UFPA) em 2014, a Instituição ganhou 5.692 novos universitários. A lista de classificados no Processo Seletivo 2014 (PS 2014) foi divulgada no final da manhã, durante uma coletiva de imprensa realizada no Centro de Eventos Benedito Nunes, localizado no Campus Básico da UFPA, em Belém. Acesse aqui o listão. Entre os dez primeiros lugares, sete foram aprovados em Medicina; dois, em Direito; e um, em Engenharia Naval.

Maioria dos aprovados é paraense – O reitor Carlos Maneschy lembrou o empenho da UFPA em ofertar cada vez mais oportunidades de ingresso aos estudantes. Uma das formas de ampliar o número e a qualidade dessa oferta de vagas para o ensino superior é por meio da criação de novas universidades, a partir dos campi da Federal do Pará já consolidados.

“Já passamos por este processo com a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), em Santarém, e, mais recentemente, com a criação da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), em 2013. Por isso, parte das vagas que foi ofertada em 2013 pela UFPA, agora, faz parte desta nova instituição, que, inclusive, divulgou seu primeiro listão nesta quinta-feira, 16 de janeiro, com 893 vagas preenchidas e 13.258 inscritos para o processo anual e para o processo especial”, contabiliza Carlos Maneschy.

O reitor também reforçou que o temor de parte da comunidade acadêmica e da sociedade em geral, de que a oferta de vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o uso apenas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como seleção para as vagas da UFPA poderiam diminuir as chances dos estudantes paraenses entrarem na Universidade Federal do Pará, não se confirmou.

“Os números nos mostram que a grande maioria dos classificados para a UFPA é do próprio Estado, mesmo nos cursos em que, tradicionalmente, temos aprovados vindos de outros lugares, como é o caso de Medicina. Em 2013, das 150 vagas ofertadas em Medicina, 48 aprovados não eram paraenses. Este ano, com 135 vagas ofertadas pelo PS 2014, apenas 12 estudantes vêm de outros Estados. O mesmo aconteceu com a oferta de vagas pelo Sisu, no qual, das 15 vagas disponibilizadas, apenas uma não foi preenchida por candidatos do Pará”, argumenta o reitor.

Em 2013, a UFPA recebeu cerca de 78 mil inscritos para o Processo Seletivo anual e foi aprovado um total de 106 candidatos vindos de outros Estados, sendo 26 deles classificados para cursos do interior do Estado e 80, para cursos da capital. Este ano, apenas pelo PS 2014, foram 134 mil inscritos e, dos 5.692 calouros, apenas 85 são de outros Estados, com 60 deles aprovados para cursos em Belém e 25, para os demais campi.

Com relação à origem dos candidatos aprovados no concurso, além dos 5.607 paraenses, há 35 candidatos do Amapá; nove, do Tocantins; oito, do Maranhão; seis, de Minas Gerais. Os Estados do Amazonas, de Goiás, do Rio de Janeiro e de Rondônia tiveram quatro candidatos cada. Acre,  Ceará, Paraná e São Paulo, dois candidatos cada; e, ainda, Bahia, Mato Grosso e Rio Grande do Norte, com um candidato cada. Ao todo, 4.845 candidatos de outros Estados haviam se inscrito para disputar vagas na UFPA, por meio do Processo Seletivo 2014 (PS 2014).

Vagas Remanescentes – Das 5.627 vagas ofertadas em 157 cursos de graduação, metade era reservada aos candidatos que concorriam pelo sistema de cotas e apenas dez oportunidades não foram preenchidas. Sobraram oito vagas para o curso de Licenciatura em Geografia, em Altamira, e outras duas vagas no curso de Pedagogia, também sediado em Altamira. O número de vagas remanescentes esteve muito abaixo das do ano passado, quando 228 vagas não foram preenchidas no Processo Seletivo 2013. O destino dessas vagas ainda será decidido pela Comissão Permanente de Processos Seletivos da UFPA (Coperps).

“Temos previsão para realização de Processos Seletivos Especiais (PSEs) neste início de 2014, para ofertar vagas que não puderam ser disponibilizadas no final do ano passado, como para os novos cursos de Engenharia Ferroviária e Bacharelado em Ciência e Tecnologia. Este último, em Ananindeua. Quanto às vagas remanescentes do PS 2014, ainda precisamos avaliar se será possível ofertá-las nestes processos especiais ou se elas serão destinadas aos Processos Seletivos de Mobilidade Acadêmica Interna (Mobin) ou Externa (Mobex). Tão logo os detalhes sejam definidos, vamos divulgar para toda a sociedade”, assegura a presidente interina da Coperps, Lúcia Harada, pró-reitora de Ensino de Graduação em exercício.

Cotistas são maioria dos aprovados no PS 2014 da UFPA – Das 5.692 vagas preenchidas, 58,77% foram ocupadas por estudantes que disputavam oportunidades pelo sistema de cotas (3.345 candidatos) e os candidatos não cotistas ocuparam os demais 41,23% das vagas ofertadas pelo concurso (2.347 estudantes). Entre os cotistas, além dos 65 aprovados pela cota para Pessoas com Deficiência (PcD), há 1.317 aprovados por meio da cota escola, ou seja, estudaram todo o ensino médio na rede pública de ensino; e existem outros 566 aprovados pela cota escola renda, pois, além de estudarem na rede pública, também declararam pertencer a famílias cuja renda mensal per capita era igual ou menor a 1,5 salário mínimo.

Os aprovados pela cota cor são 759 estudantes que, além de estudarem na escola pública durante todo o ensino médio, também se autodeclararam negros, pardos ou indígenas. Por outro lado, 638 candidatos conquistaram a vaga na Universidade pela cota cor e renda, ou seja, são estudantes que vêm da escola pública; autodeclararam-se negros, pardos ou indígenas e, ainda, pertencem a famílias de baixa renda. Os demais 2.347 candidatos aprovados não disputavam vagas pelo sistema de cotas.

“Este percentual de cotistas aprovados é superior ao do ano passado, quando os estudantes que concorrem pelo sistema de cota conquistaram aproximadamente 50% das vagas na UFPA. Novamente, vemos que a adoção ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como fase única do concurso facilitou a participação de candidatos do interior do Estado, que são, em sua maioria, estudantes da rede pública. Eles puderam fazer a prova na sua cidade, uma vez que o Enem foi aplicado em mais de 60 municípios paraenses e a nossa antiga segunda fase só podia ser realizada em, aproximadamente, 16 cidades”, compara Marilucia Oliveira, diretora do Centro de Processos Seletivos da UFPA (Ceps).

Sobre os critérios de eliminação dos candidatos inscritos no PS 2014, 45.650 saíram da disputa de vagas por não terem obtido nota superior a 400 nas áreas do Enem; 22.507 foram eliminados por insuficiência de pontos na redação, a qual exigia uma nota mínima de 500 pontos; e outros 7.132 candidatos foram eliminados por falta nas provas do Enem. “Assim, dos 134.029 inscritos, 75.289 foram eliminados por um dos critérios adotados e, dos 58.740 que efetivamente disputavam as vagas, 5.692 tornaram-se calouros, enquanto os demais 53.048 não foram classificados”, conta a diretora do Ceps.

Calouros devem confirmar vaga na Universidade já na próxima semana – Os calouros aprovados no PS 2014 já podem comemorar, mas precisam ficar atentos aos prazos para habilitação e matrícula na Universidade. O edital referente à apresentação de documentos para registro na Universidade, o qual os habilita para se matricular nas faculdades, já foi publicado pelo Centro de Registro e Indicadores Acadêmicos (Ciac) e está disponível na página eletrônica do Ciac.

“Enquanto a documentação não for homologada, os estudantes ainda não têm assegurada sua entrada na UFPA. Cada curso tem dia, horário e local exatos para que os candidatos aprovados apresentem os documentos e quem perder a habilitação perderá a vaga. O mesmo é válido para os candidatos que se inscreveram como cotistas e, agora, precisam comprovar que cursaram todo o ensino médio em escolas da rede pública e que cumprem os demais critérios das cotas”, avisa o diretor do Ciac, Aluizio Barros.

A habilitação ao vínculo institucional, ou seja, o registro na Universidade, para os aprovados pelo PS 2014 acontece no período de 20 a 30 de janeiro, na capital e no interior do Estado. Já a habilitação para os 1.019 candidatos aprovados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) acontece nesta sexta-feira, 17 de janeiro. No caso de estudantes que tenham sido aprovados em ambos os concursos, a UFPA orienta que os candidatos compareçam à habilitação dos dois processos seletivos e, depois, ao serem convocados, desistam de uma das vagas.

Texto: Assessoria de Comunicação da UFPA

» Clique aqui para receber notícias do site por e-mail

Copyright © 2012 Vestibular no Pará | você passa primeiro aqui. Todos os direitos reservados.
Administrador. e-mail: vestibularnopara@gmail.com